Quarta-feira, 14 de Fevereiro de 2007

O Carnaval em Portugal

Hoje descobrimos como se comemorava antigamente e como se comemora hoje em dia o Carnaval em Portugal. Antes de partirmos para a nossa primeira descoberta, tentamos dizer tudo o que nos fazia lembrar o Carnaval, isto é, a área vocabular de Carnaval. As palavras que nos vieram à cabeça foram máscaras, fantasias, palhaços, balões, serpentinas, jogos, comida, bebidas e muita alegria!

 Depois, demos início à nossa pesquisa e descobrimos o seguinte:

  • Antigamente as pessoas mascaravam-se, assustavam as outras pessoas e faziam coisas engraçadas. As suas fantasias eram roupas velhas. No dia de Carnaval, cada terra tinha o seu rei e rainha. Hoje em dia, o Carnaval é diferente. Vê como é o Carnaval em algumas terras:
  • Torres Vedras - O Carnaval em Torres Vedras é conhecido como o "Carnaval mais português de Portugal". Não imitam outros países, como por exemplo, o Brasil. Continuam a utilizar o Carnaval para brincar e gozar com as pessoas que estão no governo.
  • Ovar - Ovar é uma terra a norte de Portugal muito sossegada. O seu Carnaval é muito conhecido. São as pessoas que fazem as suas roupas de Carnaval. Para além das pessoas, há bonitos carros enfeitados que andam nas ruas a desfilar. O Carnaval de Ovar é grande, alegre e divertido!
  • Madeira - Na ilha da Madeira as pessoas gostam de andar sempre a mexer-se. É muito divertido, as pessoas vestem-se com cores alegres, que condiz com as imensas flores que a ilha tem nos jardins e nas ruas.
  • Alcobaça - Em Alcobaça o Carnaval não dura três mas sim cinco dias. As pessoas vão para a festa vestidas de branco. Como era muito parecido com o Carnaval brasileiro, as pessoas pensavam que este Carnaval não ia funcionar mas afinal não era verdade.  

Tendo descoberto como era e como é agora o Carnaval em Portugal, resolvemos fazer um pequeno jogo. Como será o Carnaval no futuro? As respostas foram as seguintes:

  • No Carnaval haverá um enorme bolo para todas as pessoas que forem ver o cortejo;
  • Em vez de serem enfeitados com flores, os carros terão autocolantes com imagens de Carnaval;
  • Haverá um avião a atirar foguetes para festejar o Carnaval que é uma festa muito alegre.

Gostaram das nossas descobertas? Conheces outro Carnaval divertido em Portugal? Participa no nosso blogue! Envia-nos a tua opinião ou novas ideias. Já agora, como achas que será o Carnaval no futuro?

Para conseguirmos descobrir tudo isto sobre o Carnaval, visitamos este sítio:

http://www.junior.te.pt/carnaval03/carnaval.html

Trabalho realizado pelos alunos do 4.º ano de Rolle

Sentimo-nos: Carnavalescos
Música: Balão mágico
tags:
Publicado por professora Helena e seus alunos às 18:48

Link da publicação | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
2 comentários:
De bryan a 15 de Fevereiro de 2007 às 19:11
Gostei muito de a historia do carnaval
De autor a 4 de Fevereiro de 2009 às 09:04
Carnaval sem civilização

A história do Carnaval
E, não me levem a mal
Começou;
Onde havia de acabar...
A história do Carnaval
E, um pouco em geral
Faz-se um pouco
Um pouco, por todo o lado.
Só que o Carnaval começou
No início da civilização
Na festa ao Deus Saturno
Nas terras do Egipto; Senão.
Saiem às ruas
As mulheres nuas
Com grandes festejos
Alegóricos cortejos
Naturais;
Nus;
Saturnais;
Ao sol e á luz
Se faz o evento
E, por qualquer avenida
Ao sol e ao vento
E, á chuva sentida.
Nuas;
Eram assim os rituais
Desses Carnavais
Que celebravam as colheitas
Nuas; imperfeitas
Há seis mil anos atrás.
Nas margens do rio Nilo
E, sem afeição ou estilo
À mistura com muito sexo
E pouco complexo.
Mas era assim a civilização
Estivessem certos ou não.
Era Carnaval
Ninguém levava a mal
E, os lavradores de então
Festejavam;
Nas suas cavernas; Senão.
Com as suas capacidades humanas
Dançavam;
Ao som da música carnavalesca
E da celebração
Nus;
De alma e coração.
E pelo meio bebiam
E faziam sexo
Sem nenhum complexo.
Em Roma davam tanta importância
Talvez por ignorância
Às comemorações Saturnais.
Fechavam;
As escolas e tribunais
E nuas dançavam.
Hoje no Rio de Janeiro
E um pouco pelo mundo inteiro
Se festeja, bombardeando
Semi-nus;
Bailando em folia
Com máscaras em geral
No Entrudo, gordo
Na época de Carnaval.
Carnaval;
O grande disfarce do universo
Estou a sublimar a importância de cada verso
As máscaras, trajes, danças e músicas carnavalescas
Não há diferenças de raças
Cor ou caracteres sociais
Há sim um uníssono de músicas diversas
Há sim um todo de alegria
Samba e coisas banais.
Hoje o Carnaval é assim
Um pouco mais moderno; Enfim.
Máscaras do Minho ao Algarve
De Norte a Sul o Carnaval sai à rua
Em Portugal o panorama abre
Na Madeira anda uma mulher nua.
A história do Carnaval
E, não me levem a mal
Começou;
Onde havia de acabar.
No Egipto ou em Roma
No inicio da civilização
Ou na América; Então.


autor: "Quelhas"

Comentar post

-Quem somos?

-Pesquisar neste blog

 

-Março 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

-Publicações recentes

- Festival de música portug...

- Festival de música portug...

- Está a nevar

- O Natal

- O Natal!

- Festa de Natal

- Como correu a nossa Vindi...

- Vindimas...

- Ano letivo 2011/2012

- O Natal numa nuvem de pal...

-O que já descobrimos...

- Março 2012

- Fevereiro 2012

- Dezembro 2011

- Novembro 2011

- Setembro 2011

- Agosto 2011

- Dezembro 2010

- Novembro 2010

- Outubro 2010

- Junho 2010

- Fevereiro 2010

- Novembro 2009

- Setembro 2009

- Agosto 2009

- Maio 2009

- Abril 2009

- Março 2009

- Março 2008

- Fevereiro 2008

- Janeiro 2008

- Novembro 2007

- Outubro 2007

- Julho 2007

- Junho 2007

- Maio 2007

- Abril 2007

- Março 2007

- Fevereiro 2007

-tags

- todas as tags

-Sites interessantes

blogs SAPO

-subscrever feeds